boobox

quarta-feira, 2 de março de 2011

Estranho acasalamento do peixe pescador abissal


Nas profundezas, a escuridão e a pressão não são obstáculos apenas para a alimentação das criaturas que vivem naquele ambiente. Esses dois fatores também aumentam as dificuldades de encontrar alguém da mesma espécie interessado em procriar.

Um bom exemplo é o peixe pescador das profundezas. Como se não bastasse a aparência monstruosa desses peixes das profundidades abissais, a evolução encarregou-se de adaptá-los à uma forma de reprodução que é, ao mesmo tempo, engenhosa e bizarra.
Os espécimes capturados desse peixe, eram sempre fêmeas com parasitas e esse fato sempre intrigou os cientistas, até que conseguiram resolver o enigma.
Os machos, nascem com a boca fechada e sem aparelho digestivo, mas com olfato muito desenvolvido para rastrear os feromônios da fêmea, que é sua única possibilidade de não morrer de fome. Quando a encontra, uma enzima digere a pele que fecha a boca e este fixa-se permanentemente na parceira, passando a compartilhar da mesma corrente sanguínea. Com o tempo, o macho se desfaz até sobrar somente os testículos presos ao corpo da parceira, que irão liberar o esperma assim que os hormônios femininos indicarem que é chegada a hora.
Taí uma criatura que pode afirmar que a vida é um saco.
Fonte: http://bocaberta.org/2011/02/vida-sexual-cruel.html

Nenhum comentário: