boobox

domingo, 27 de fevereiro de 2011

Japoneses querem recriar mamute nos próximos cinco anos

Pesquisadores japoneses têm um projeto ambicioso. Eles querem dar vida a um mamute, utilizando para isso a tecnologia de clonagem atual. O plano é que o animal, extinto há milhares de anos, ressuscite dentro de cinco anos.
Segundo notícia publicada pelo jornal "Yomiuri Shimbun", a reprodução do animal seria feita a partir de tecidos retirados da carcaça de um marmute, que está preservada em um laboratório russo.
Para criar o "gene mamute", os cientistas injetariam células contendo DNA do mamute em células de elefantes sem núcleo.
Depois, o embrião, com as informações genéticas do mamute, se desenvolveria no útero de uma elefanta comum.
Ao contrário dos dinossauros, muitos restos de mamutes encontrados até hoje ainda conservam células que podem ser usadas em clonagens.
O professor AKira Iritani, da Universidade de Kyoto, lidera o estudo. Sua equipe desenvolveu, com sucesso, uma técnica de extrair DNA de células congeladas --antes, elas acabavam danificadas pelas baixas temperaturas.
Criar espécies clonadas a partir de células retiradas de animais mortos não é uma coisa nova no histórico japonês. Eles já viram nascer um camundongo clonados nessas mesmas condições.

Nenhum comentário: