boobox

sábado, 9 de outubro de 2010

Incidentes com animais

1. A ovelha que ficou com o chifre preso em um cabo de energia
Esta infeliz ovelha se tornou uma espécie de bondinho animal depois de ficar com o chifre preso em cabos de energia. Ela desceu do monte em que estava e foi levada até uma área residencial pelos cabos, onde ficou a mais de cinco metros do chão. Por sorte, a energia dos cabos não atingiu o animal.
A curiosa história aconteceu na pequena cidade de Helgoysund, na costa da Noruega. A ovelha foi resgatada por turistas alemães, que conseguiram tirar a ovelha dos cabos, sem nenhum machucado.
2. Minúsculo chiuaua é levado pelo vento
O casal Utley, da cidade de Waterford Township, nos Estados Unidos, tinham acabado de levantar a sua barraca para o mercado de pulgas da cidade, quando Tinker Bell, seu chiuaua de apenas três quilos, foi arrastado como uma folha de papel por ventos de 64 quilômetros por hora. Por sorte, os donos do pobre animal encontraram Tinker Bell Sujo e com fome em uma área a mais de um quilômetro e meio de onde ele estava antes de ser levado pelo vento.
3. Cadela sobrevive milagrosamente depois de engolir flecha de 25 centímetros, de brinquedo
Cachorros têm o costume de mastigar e engolir praticamente qualquer coisa que apareça na sua frente, mas Betty, da raça Staffordshire bull terrier, passou dos limites: ela engoliu uma flecha de plástico de 25 centímetros. que era quase do tamanho da própria cadela. Betty sofreu uma cirurgia para a retirada do objeto, que ficou alojado entre seu esôfago e intestino. A cadelinha sobreviveu, mas não aprendeu a lição: assim que chegou em casa, tentou comer o controle remoto da televisão.
4. Pássaro com cigarro causa incêndio com prejuízo de R$ 722 mil
Um pardal e uma bituca de cigarro foram responsáveis por um incêndio que causou um prejuízo de 250 mil libras (aproximadamente R$ 722 mil) a uma loja. Paul Sheriff, gerente da loja que sofreu o incêndio, não sabia o que tinha acontecido para causar o fogo. Seis semanas após o incêndio, investigadores da sua seguradora afirmaram ter encontrado 35 bitucas de cigarro no teto na loja.
A conclusão da seguradora é que um pardal teria pegado um dos cigarros ainda meio aceso para colocar em seu ninho, causando o fogo. Um porta-voz para a seguradora afirmou que este era “o primeiro caso deste tipo” que a empresa já teve que lidar.
5. Gato preso dentro de contêiner de metal sobrevive 35 dias lambendo as paredes
Um gatinho preto chamado Socks milagrosamente sobreviveu durante mais de um mês preso em um contêiner industrial, lambendo as paredes da sua “prisão”. O felino de 11 anos se reuniu com seus donos depois que o eletricista Murray Ruxton encontrou o gatinho dentro do local.
Socks sobreviveu durante 35 duas sem comida ou água lambendo a condensação que descia pelas paredes do contêiner. Depois que o gato sumiu, sua dona registrou o desaparecimento para uma organização de proteção de gatos da sua cidade, além de colocar pôsteres e procurar por Socks nas ruas. Sem que os donos soubessem, ele havia entrado em um contêiner de metal que era usado para guardar equipamentos de uma empresa local, onde ficou preso.
6. Rato causa incêndio que mata mais de 100 gatos
Em um acontecimento no mínimo irônico, ratos foram responsabilizados por um incêndio que matou mais de 100 gatos em um abrigo para animais em Toronto, no Canadá. A revolta dos roedores também matou três cães e alguns ratinhos que estavam esperando adoção. Investigações iniciais mostram que ratos teriam roído os cabos elétricos do local, causando o incêndio, que também causou um enorme prejuízo.
7. Gambá fica com a cabeça presa em jarra
Teresa Vick estava fazendo a sua entrega de jornais normalmente quando viu uma cena bastante estranha: um gambá com a cabeça presa dentro de uma jarra de pasta de amendoim. O pobre animal ficou preso procurando por comida no pote vazio, como é comum para animais selvagens quando encontram embalagens com (ou sem, no caso) comida. O gambá foi levemente sedado com clorofórmio antes de ter a embalagem tirada da sua cabeça, e ficou tão grato que nem jorrou no seu salvador o substância fedida que o faz tão famoso.
8. Porca engole diamante de aliança de R$ 4.300
Uma porca engoliu o diamante da aliança de Anne Moon, que custou quase 4.300 reais. A mulher colocou a mão próxima à porquinha Ginger, que imediatamente atacou a jóia. Depois do acontecimento, o fazendeiro Paul Caygill, dono de Ginger, teve que ficar fazendo vigília junto às fezes do animal para encontrar o diamante. Caygill afirmou na ocasião que ficou surpreso que a porca atacou o anel, e que é normal que esses animais não mordam.
9. Orangotango desativa cerca elétrica para fugir de zoológico
Um zoológico na Austrália foi evacuado depois que uma esperta orangotango fêmea escapou depois de causar um curto-circuito na cerca de proteção do zoológico. A equipe do zoológico de Adelaide afirmou que Karta, que pesa 62 quilos e tem 27 anos, causou o curto-circuito e utilizou galhos para fugir da sua cela.
Apesar da sua esperteza, Karta foi encontrada depois de apenas meia hora. Peter Whitehead, que trabalha no local, afirma que ela parecia perceber que não estava onde deveria e voltou tranqüilamente à sua cela. Trabalhadores do zoológico acreditam que Karta fez a tentativa de fuga por tristeza, ao perder seu companheiro de muitos anos.
10. Gato desaparecido reaparece em programa de TV
Um gato que desapareceu da sua casa na Cornuália reapareceu vivo e saudável em um programa da TV britânica chamado “Question Time”. Tango apareceu por acaso no programa de discussão sobre política, quando saiu de baixo da mesa em que o âncora do programa estava comandando a atração.
Vários dos participantes do programa, além da platéia, deram risada ao perceber que o gato interrompeu o programa. A dona do gato foi avisada da aparição de Tango na televisão através de uma amiga.
Fonte:http://hypescience.com/24397-os-10-incidentes-mais-bizarros-com-animais/

Nenhum comentário: