boobox

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

O que acontece com quem não toma banho


Se um dia você deixar de se banhar: Cheirará mal, acumulará sujeira na pele e no cabelo, as probabilidades de infecção aumentarão e é muito provável que seja acometido por uma coceira desmedida que poderia incrementar ainda mais o risco de infecção.

Analisemos brevemente como se produziria todo o processo. O corpo humano está coberto por mais ou menos 2 mm de pele, que contém 2,6 milhões de glândulas sudoríparas. Além destas glândulas, na pele existem milhares de diminutos pelos.

A gente sua constantemente, ainda que nunca nos demos conta disso. Há dois tipos de glândulas sudoríparas  distribuídas por todo o corpo: as écrinas e as apócrinas. O suor das glândulas apócrinas contém proteínas e ácidos graxos que lhe conferem uma consistência espessa e que lhe dão uma cor leitosa ou amarelenta. Esta é a razão pela qual as manchas de suor das axilas na roupa apresentem esta tonalidade. Em realidade, o suor propriamente dito é inodoro, o mau cheiro é resultado das bactérias que metabolizam as proteínas e os ácidos graxos na pele e no cabelo.

Na média, o ser humano elimina entre 1 e 3 litros de água por dia, por meio de urina, suor e respiração, dependendo do clima reinante no meio. Dessa forma, a pele, além do cabelo que cobre o corpo, fica pegajosa por causa do suor e é provável que acumule mais sujeira que o normal. Estamos falando simplesmente de sujeira superficial. Mas que ocorre com os demais germes e microrganismos que se hospedam na pele? Em sua maior parte, estas bactérias, fungos, etc. não supõem nenhuma ameaça importante sempre que permaneçam na superfície da pele. No entanto, se chegarem até corrente sanguínea, a história pode ser muito diferente.

Nos coçamos por causa de diversas razões e no caso da falta de banho o frenesi de uma grande coceira pode causar feridas na superfície da pele. Se imaginarmos que há alguma bactéria perigosa nas imediações, um estafilococo, por exemplo; e este penetre na corrente sanguínea através de um arranhão aberto, a situação poderia ser inclusive fatal. A verdade é que as probabilidades de que isto aconteça são bastante escassas.

Em qualquer, caso, e prescindindo de tudo o que foi dito anteriormente, é muito provável que o fator "cheiro" seja mais que o suficiente para convencer qualquer um da necessidade de se submeter a um tratamento com água e sabão o mais rápido possível. Mas cabe um adendo aqui, o fator odorífero só convencerá o nariz de um terceiro que aconselhará ao sujismundo a tomar um banho, já que este perde totalmente a propriedade olfativa de sentir o mau cheiro que está impregnado na sua pele.
Fonte: http://www.mdig.com.br/index.php?itemid=13735

Nenhum comentário: