boobox

sábado, 28 de novembro de 2009

Cientistas dizem ter quebrado a barreira da velocidade da luz


Dois cientistas alemães afirmam ter quebrado a velocidade da luz, uma conquista que poderia solapar todo nosso conhecimento sobre o tempo e o espaço. De acordo com a teoria especial da relatividade de Albert Einstein, seria necessário uma quantidade infinita de energia para impulsionar um objeto a mais de 300.000 km/s.
No entanto, os doutores Günter Nimtz e Alfons Stahlhofen, da Universidade de Koblenz, dizem ter rompido um princípio chave dessa teoria. Os dois dizem ter conduzido um experimento no qual fótons de microondas -pacotes energéticos de luz- viajaram instantaneamente entre dois prismas que estavam separados por uma distância de 1 metro.
Ser capaz de viajar mais rápido que a velocidade da luz conduziria a uma grande variedade de estranhas conseqüências. Por exemplo, um astronauta que viaje mais rápido que a velocidade da luz, em teoria chegaria em seu destino antes de ter partido.
Os dois cientistas estavam pesquisando um fenômeno conhecido como o efeito túnel.
O doutor Nimtz disse à revista New Scientist: "No momento, que eu saiba, esta é a única violação da teoria especial da relatividade".
Fonte: mdig

Nenhum comentário: