boobox

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Melhores empregos


Testador profissional de prostitutas
Jaime Rascone tem um bizarro trabalho dos sonhos: ele faz todo o controle de qualidade de um bordel mexicano. Rascone, que é modelo e DJ, recebeu uma oferta para trabalhar na empresa de acompanhantes Fiorella e realizar o último passo no processo de contratação para o trabalho no local. Lá, as garotas passam por um processo de seleção com entrevistas, sessões de fotos e testes psicológicos. O último passo para a contratação passa pelas mãos de Rascone, que testa até seis garotas em um único dia. Ele tem que então escrever relatórios sobre os movimentos e gemidos das garotas, e fazer recomendações à dona do bordel.

Testador de camisinhas
Este trabalho não deixou ninguém rico e não oferecia muitos direitos trabalhistas, mas acredito que ninguém se importaria de ter que trabalhar em casa. A fabricante de preservativos Durex abriu 200 vagas para que homens testassem seus produtos e dessem opiniões sinceras sobre a performance das camisinhas. O trabalho pagava com 60 dólares, em produtos da empresa, além de oferecer um bônus de mil dólares a um dos sortudos.

Analista de tobogãs
Com certeza um dos trabalhos que mais causam inveja àqueles que, como nós, nos bronzeamos no escritório: Tommy Lynch já viajou por todo o mundo testando tobogãs de parques aquáticos. Ele trabalha para a empresa First Choice, uma gigante no ramo do entretenimento, e testa a altura, velocidade, quantidade de água e qualidade da “aterrisagem” dos tobogãs, além de cuidar dos aspectos de segurança dos brinquedos. Só em 2009 ele já cuidou da segurança e qualidade de tobogãs na Grécia, Turquia, Flórida, Jamaica e Ibiza. Chato, não?


Provador de camas de luxo
Uma estudante inglesa de 22 anos conseguiu um trabalho dos sonhos, literalmente: Roisin Madigan ganhou mil libras (quase três mil reais!) para testar camas de luxo durante um mês. A estudante realizou o trabalho como parte de uma pesquisa feita pela empresa Simon Hord, especializada em camas de luxo. Madigan tinha que ficar deitada nas camas do showroom da empresa das dez da manhã às seis da noite, além de escrever em um blog sobre a sua experiência com cada uma das camas.

Nenhum comentário: