boobox

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Uma fortuna pode estar escondidas em velharias

O homem que comprou uma cópia oficial da declaração da independência dos EUA por quatro dólares.
Um homem, que não foi identificado, comprou uma pintura antiga por quatro dólares (sete reais) em um sebo em Admstown, Pensilvânia, seu principal interesse era a moldura. Quando chegou em casa tirou a tela e concluiu que a velha moldura não tinha reparo, mas encontrou uma das 500 cópias oficiais da Declaração de Independência dos EUA, dobrada e oculta no forro traseiro.A cópia é nítida, com bordas limpas e marcas só nos locais onde foi dobrada. Foi impressa por John Dunlap, em 4 de julho de 1776 para comunicar a independência dos Estados Unidos aos cidadãos das 13 colônias. É um dos 24 exemplares conhecidos, e um dos três restantes propriedade de particular.O leilão do documento terminou com uma licitação de 2,42 milhões de dólares (4,34 milhões de reais) na casa de leilões Sotheby's. O comprador foi Donald J. Scheer de Atlanta, presidente da Visual Equities Inc.


A senhorinha que encontrou um cartão de beisebol de 140 anos.
Bernice Galego, uma californiana de 72 anos de idade, encontrou um raro cartão de beisebol da primeira equipe oficial dos Estados Unidos em sua casa. Se não fosse pela intervenção de amigos, Bernice teria vendido o cartão da Rede Stockings de Cincinnati por 10 dólares no eBay. O cartão foi leiloado por 75.285 dólares (135 mil reais).

O empreiteiro que descobriu 182 mil dólares (326 mil reais) no banheiro.
O empreiteiro Bob Cristóbal de Cleveland, Ohio descobriu 182 mil dólares (326 mil reais) (da época da grande recessão americana) escondidos em uma parede de banheiro. Cristóbal estava quebrando as antigas paredes de uma casa de mais de 83 anos localizadapróxima ao lago Erie em 2006 quando repentinamente descobriu dois cofres suspensos por nas paredes bem abaixo da caixinha de remédios. Ali dentro encontrou envelopes com o seguinte remetente "P. Dunne - Agência de Notícias". Agindo de maneira honesta contou imediatamente ao dono da casa sobre o dinheiro; que argumentou sobre a forma de repartirem o dinheiro. O assunto foi a parar no tribunal e o dinheiro foi entregue aos descendentes do dono original depois que o endereço encontrado no envelope foi rastreado.

A mulher que pagou 5 dólares (9 reais) por uma pintura de Pollock.
Jackson Pollock foi um grande pintor americano considerado um mestre do expressionismo abstrato.Teri Horton uma caminhoneira aposentada amava fazer compras em lojas de segunda mão, já tinha percorrido todo o país comprando nestas lojas. Em 1990 entrou em uma na Califórnia que mudaria a sua vida para sempre. Bem na parte do fundo da loja Teri encontrou uma pintura que ninguém queria, na verdade nem ela gostou muito, mas pensou que seria um bom presente para um amigo que estava deprimido. Inclusive ao pagar o quadro ainda pechinchou com a balconista:- "Olha só pago 5 dólares por este quadro. É pegar ou largar..."O plano era tomar uma cerveja com os amigos e depois atirar dardos no quadro. Se não fosse por uma amiga que nesse momento saia com um professor de arte, o quadro teria virado lixo ou tapete. No momento que o professor de arte exclamou:- "...uchh, parece me que tem um Jackson Pollock em suas mãos".Ao que ela respondeu:- "Mas que c@ralho é este tal Jackson Pollock?"A pintura está avaliada em 50 milhões de dólares (89,6 milhões de reais).

O colecionador que encontrou 200 mil dólares (358 mil reais) em moedas de ouro. Jeff Bidelman, o proprietário de uma loja de obejtos colecionáveis em Johnstown, estava ajudando uma família com a limpeza de uma casa que estava abandonada havia mais de vinte anos. Justo quando se encontrava puxando um saco cheio de velhas moedas, viu um buraco no teto do andar superior. E quando este andar foi derrubado, uma montanha de moedas de ouro veio abaixo também. Estima-se que o valor real das moedas é de 200 mil dólares (358 mil reais).

O estudante que encontrou uma pintura de 27 mil dólares (48,4 mil reais) escondida em um sofá.
Um estudante alemão comprou um sofá cama por 215 dólares (385 reais) em um sebo em Berlim e encontrou uma pintura com um valor 100 vezes maior do que tinha pago escondida no sofá. Segundo a casa de leilão Kunst Kettler a pintura a óleo foi vendida por 27.630 dólares (49 mil reais) em um leilão de arte de Hamburgo. "Preparação para escapar do Egito" foi pintado por um artista anônimo muito próximo ao veneziano Carlo Saraceni entre 1605 e 1620.

– O homem que comprou um quadro por 30 dólares que valia 1,2 milhões de dólares.
Um funcionário de uma empresa em Indiana gastou seus últimos 30 dólares (54 reais) comprando algumas peças de decoração usadas e uma pintura antiga de arranjos florais e ao chegar em casa decidiu estrategicamente pendurar o quadro para cobrir um buraco na parede.Alguns anos depois, ele estava jogando Masterpiece, um jogo de tabuleiro em que os jogadores tentam se superar um ao outro dando lances em obras de arte em um leilão. Tal foi sua surpresa ao ver que um dos cartões apresentava um quadro de flores que se parecia muito com o que ele tinha em casa. Ao buscar informações descobriu que a pintura era similar em estilo ao trabalho de Martin Johnson Heade, um pintor norte-americano muito conhecido pelas paisagens e arranjos florais.Ele pediu então a uma galeria em Nova York especialista nas obras de Heade, para que dessem uma olhada em sua pintura. Eles verificaram que a obra de arte que cobria o buraco na parede, é de fato um quadro, até então desconhecido de Heade, uma vez nomeado Magnolias on Velvet Gold Cloth. Em 1999, o Museu de Belas Artes de Houston comprou o quadro por 1,2 milhões de dólares (2,15 milhões de reais).

Fonte: mdig

Nenhum comentário: