boobox

terça-feira, 1 de setembro de 2009

História de Fanny Mills

Fanny Mills, também conhecida como A Menina Pé Grande, nasceu em 1860, filha de imigrantes ingleses que se instalaram perto de Sandusky, no estado de Ohio nos EUA. Ela tinha uma doença infecciosa conhecida como mal de Milroy que restringia o desenvolvimento dos recipientes linfáticos dos seus membros inferiores causando formações de fluídos e coágulos em seus pés e pernas.
Fanny, apesar de tudo, era uma mulher delicada e vaidosa que pesava cerca de noventa quilos (metade do peso somente nos membros), cada um de seus pés mediam cerca de 48 centímetros de comprimento por 20 de largura, embora as fotografias da época mostrem claramente que eles não tinham o mesmo tamanho.A sua carreira de exibicionista em circos dos horrores começou em 1885, quando ela estreou no circuito de apresentações dos circos locais, acompanhada por sua dedicada enfermeira, Mary Brown, que lhe auxiliava em sua locomoção. Depois de uma temporada de apresentações, Fanny Mills se tornou bastante conhecida.

Os promotores de espetáculos da época, visando ainda mais a exploração de sua imagem, ofereceram 5 mil dólares e um rancho de porte médio ao homem que aceitasse se casar com Fanny. Para a surpresa de todos, um homem chamado Willian Brown, aceitou se casar com a mesma.
Em 1892 Fanny se aposentou dos espetáculos devido a uma outra doença desconhecida. Ela passou o resto de seus dias na fazenda de sua família e William, seu marido dedicado, permaneceu durante todo o tempo ao seu lado até a sua morte, em outubro do mesmo ano.

Nenhum comentário: