boobox

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Fóssil de piranha gigante


Paleontólogos argentinos descobriram os restos de um antepassado das piranhas que viveu há oito milhões de anos e que teria comprimento de um 1 m, segundo informou nesta sexta-feira a imprensa local.
O achado, relacionado à espécie Megapiranha paranensis, permaneceu durante quase um século sem identificação no museu da cidade de La Plata, a 60 km de Buenos Aires.
Os restos se tratam de uma dentadura-fóssil, tão horripilante como a das atuais piranhas, que os cientistas resgataram do esquecimento, estudaram e identificaram que fazia parte de um antigo peixe que habitava o rio Paraná.


Os pesquisadores acreditam que o fóssil pertence ao "elo perdido" na evolução entre os pacus e as atuais piranhas, que são espécies próximas.
"Os pacus, cuja alimentação está baseada em vegetais, têm uma dentição preparada para triturar vegetais duros, com duas fileiras de dentes arredondados.
As piranhas têm uma dieta principalmente carnívora e, por isso, seus dentes são comprimidos e triangulares, serrados e bem acentuados, em somente uma fileira", explicou Cione.
Fonte: http://arquivosdoinsolito.blogspot.com/

Nenhum comentário: