boobox

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Lagosta capturada no Canadá é uma em 30 milhões



Dono da 'lagosta amarela' compara o animal a uma lagosta comum. Animais assim têm dificuldade de sobreviver, pois sua coloração clara chama a atenção de predadores. (Foto: Associated Press)
Mutação genética proporciona coloração diferente ao crustáceo. Chance de encontrar animal diferenciado é de uma em 30 milhões.
Mesmo sem nunca ter sido colocada no fogo, a lagosta Fiona, como foi apelidada, tem cores laranja e amarela.
Por causa de uma mutação genética, ela não nasceu acinzentada, como é comum na espécie. Segundo especialistas, a chance de ocorrer esse tipo de diferenciação é de uma em 30 milhões.
A lagosta foi capturada no Canadá e doada a Nathan Nickerson, dono de um restaurante em Massachussets, nos EUA.
Ele se negou a preparar um prato com o crustáceo, dizendo que seria como cozinhar um quadro de Rembrandt.
Fonte:http://arquivosdoinsolito.blogspot.com/search?updated-max=2009-06-16T00%3A00%3A00-03%3A00&max-results=10

3 comentários:

join disse...

a rara é a da esquerda ou da direita ?

Edson L. F. disse...

é a da direita , ela é vermelha cor de um crustáceo depois de cozido , mas ela já nasceu com essa cor , por isso é rara

Thi Hyuuga disse...

Nossa.. então nos desenhos tds as lagostas são zumbis..(e por causa disso eu acreditava q as lagostas tinha cor avermelhada msm.. XD)