boobox

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Como seria uma nave de dobra espacial


Uma dobra espacial pode ser o jeito mais fácil para conseguirmos chegar às estrelas – apesar de uma recente especulação que elas poderiam causar um buraco negro que poderia engolir a Terra e destruir toda forma de vida que conhecemos. Richard Obousy e Alex Szames, pensando nesse jeito de viajar mais longe, criaram o design de como seria uma verdadeira nave de dobra – e não, ela não se parece com a Enterprise, de Star Trek.
O formato da nave foi criado para conseguir manipular a matéria escura e surfar pela bolha de espaço-tempo que seria criada. Proposta inicialmente pelo físico mexicano Miguel Alcubierre, uma nave de dobra é um veículo que não se move mais rápido que a velocidade da luz – pois isso é impossível, segundo a teoria da relatividade de Einstein. Em vez disso, ela manipula o espaço-tempo, criando uma bolha de dobra nas dimensões previstas pela teoria de cordas – que afirma que o universo tem três dimensões de espaço, além do tempo.

Contraindo o espaço à sua frente e expandindo o espaço atrás, a nave poderia viajar de um ponto a outro mais rapidamente, mantendo a velocidade inferior à da luz dentro da nave, mas viajando muito mais rapidamente pelo espaço. “Podemos usar a analogia de um surfista em uma “onda” de espaço-tempo”, afirma Obousy. Essa “onda” facilita a viagem mais rápida que a velocidade da luz sem quebrar nenhuma lei da física. Atualmente, as naves que existem são ineficientes para viagens espaciais de longa distância. A Voyager, por exemplo, mais rápida nave espacial existente, precisaria de 74 mil anos-luz para alcançar Proxima Centauri, a estrela mais próxima ao nosso sistema solar, no sistema Alfa Centauri.
Fonte:http://hypescience.com/como-seria-uma-verdadeira-nave-de-dobra-espacial/

Um comentário:

join disse...

nem vo ta vivo quando isso acontecer msmo ...