boobox

segunda-feira, 9 de março de 2009

Hospital tem que pagar indenização depois de salvar vida de paciente

Michael Dexter queria dar um fim à vida. Para tal, tomou dezenas de pílulas com rum e coca-cola. O inglês de 58 anos foi levado a hospital em situação cardíaca crítica. Só que o suicida acabou salvo por médicos, que reverteram a overdose com medicamentos neutralizadores. Só que os advogados de Michael disseram que os médicos deram a ele uma dose quatro vezes maior que a normal, o que provocou danos graves ao braço direito do cliente. Resultado: Michael, que queria morrer, acabou com uma indenização de cerca de R$ 360 mil. "Eu sei que eles salvaram a minha vida, mas quando você chega ao hospital com um ataque cardíaco não espera sair dele com um membro que não possa usar", disse Michael ao "Daily Mirror". O inglês de Lancashire estava deprimido depois de ter sido demitido da British Airways, na qual havia trabalhado como engenheiro por 23 anos. "O dinheiro não me fez sorrir. Não fiz isso pelo dinheiro. Fiz por princípios e pela forma como fui tratado", contou.
A lesão impossibilitou que Michael voltasse a trabalhar como gari. Ele chegou a tentar o suicídio mais uma vez. Foi salvo novamente, mas sem indenização.
Fonte: http://oglobo.globo.com/blogs/moreira/

Nenhum comentário: