boobox

sexta-feira, 6 de março de 2009

Guillaume le Gentil o cientista mais azarado da história

Guillaume le Gentil nasceu em uma endinheirada família francesa do século 18. Não tendo que se preocupar com dinheiro decidiu estudar astronomia, e tudo indicava que logo ganharia fama já que em seus primeiros anos conseguiu catalogar alguns objetos interessantes. No entanto, este jovem desejava obter grande renome e prestígio, motivo pelo qual decidiu estabelecer a distância exata entre o Sol e a Terra, se valendo do trânsito de Vênus como referência. Com este fim buscou a melhor localização possível: Pondicherry na Índia.
Peste e GuerraEm março de 1760 zarpou da França, e depois de lutar contra uma peste e uma invasão de ratos no navio, chegou a colônia de Maurits. Ali, com pavor, ficou sabendo que França e Inglaterra tinham entrado em uma brutal guerra. Depois de algumas mudanças nos planos zarpou em uma fragata para a costa de Coromandel e dali tentaria ir para Pondicherry. Infelizmente quando estava quase chegando lá ficou sabendo que a Inglaterra tinha capturado a região e estava fuzilando qualquer Francês que se atrevesse a pôr um pé por lá. A coisa não estava nada boa, não podia voltar e não podia ir para nenhum lado.Por causa deste conflito, Le Gentil, encontrava-se em um barco em 6 de junho, dia do trânsito de Vênus, lamentavelmente nesse mesmo dia uma pequena tormenta impediu-o de fazer qualquer medição. Isto deixou-o muito chateado, mas sabia que teria uma próxima oportunidade em 8 anos.A segunda e a definitivaEm 1763 voltou a ser território francês e Le Gentil decidido a medir o trânsito de Vênus mudou-se para lá. Enquanto esperava, construiu um pequeno observatório. Depois de esperar pacientemente durante tanto tempo chegou o dia e nada poderia dar errado, o dia todo ensolarado e com um excelente clima... no entanto naquela mesma noite de 3 de junho de 1769 uma terrível tormenta açoitou Pondicherry. Le Gentil não conseguiu medir absolutamente nada e a próxima oportunidade só ocorreria em 100 anos.LoucuraLe Gentil ficou louco de raiva, mais de 9 anos de sua vida enfrentando condições adversas, guerras e pestes para nada. Irado colocou fogo no observatório e voltou para Paris, não obstante, durante a viagem teve que suportar uma série de pestilências que por pouco não acabam com sua vida e quando o navio estava próximo a ilha Reunião, no oceano Índico, uma tempestade voiolenta atirou Le Gentil ao mar.Resgate e má sorteResgatado por um navio Espanhol Le Gentil voltou a França para inteirar-se que depois de sua queda no mar já tinham declarado que ele estava legalmente morto, seu posto na Real Academia de Ciências foi outorgado a outra pessoa, sua esposa havia se casado com outro homem, seu amigo de inf6ancia, e todos seus bens tinham sido repartidos entre herdeiros que ele nem conhecia.

Nenhum comentário: