boobox

sábado, 24 de janeiro de 2009

Fila da morte no Titanic


Segundo um pesquisador australiano, a cultura foi absolutamente determinante para haver sobreviventes no trágico naufrágio do TItanic. De acordo com a BBC, David Savage descobriu que mais passageiros britânicos morreram porque fizeram fila para chegar aos botes salva-vidas, enquanto americanos não respeitaram a ordem e abriram caminho.
Para o pesquisador, cerca de 53% das pessoas eram britânicas. Entre os passageiros, os americanos tiveram uma probabilidade 8,5% maior de sobreviver do que outras nacionalidades, como os suecos e irlandeses, por exemplo. No total, 1.517 pessoas morreram.
Para compensar, a ordem de “mulheres e crianças primeiro” foi mantida, já que proporcionalmente salvaram-se mais mulheres do que homens e quase todas as crianças sobreviveram.
Será que se existissem brasileiros teriam sobrevivido? Será?
Fonte:http://colunistas.ig.com.br/obutecodanet/

Nenhum comentário: