boobox

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Professor mata aluno , por não fazer o dever


Uma corte egípcia sentenciou o professor de Matemática Haitham Nabeel Abdelhamid, de 23 anos a seis anos de prisão por espancar um aluno como punição por não ter feito a lição de casa e provocar sua morte. Isso ocorreu na escola primária Saad Othman, próxima de Alexandria, no Egito.
Depois de usar uma régua para puni-lo, o professor levou o menino Islam Amr Badr, de 11 anos para fora da sala de aula e o socou violentamente no estômago. O menino teve 4 costelas quebradas e desmaiou, sendo levado ao hospital e morrendo por uma parada cardíaca no hospital de Alexandria.
O professor alegou que apenas estava disciplinando um aluno e não queria machucar ninguém. O advogado de Abdelhamid disse na corte: “Bater em uma criança não é banido nas escolas e meu cliente não violou a lei.”
O caso é uma demonstração chocante da decadência do sistema público de ensino do Egito. O incidente causou indignação nacional. Amr Badr Ibrahim, o pai do menino morto, declarou que outros deveriam ter ido a julgamento junto com o professor. De acordo com o pai, “o problema é o ensino e os professores porque eles não conseguem achar bons professores. O ministro da Educação deveria ser a primeira pessoa a ser acusada, como ele pode concordar em deixar um homem tão jovem ensinar crianças?”
Acho que a questão não é bem a idade do indivíduo, mas claramente que se trata de uma pessoa violenta e sem o menor preparo para o trabalho que estava fazendo. Além disso, o fato de as escolas permitirem a agressão física aos alunos.
No sistema educacional público do Egito, frequentemente professores despreparados e inexperientes trabalham tentando controlar salas de 60 a 100 alunos.
O governo egípcio declara que pretende fazer reformas educacionais, incluindo novos testes para professores, além de proibir punição física e tentar diminuir a violência nas escolas.
Fonte: pipoca de bits

Um comentário:

Anônimo disse...

LEGAL!!!! ISSO TINHA QUE SER TRAZIDO PRO BRASIL