boobox

sexta-feira, 27 de junho de 2008

Vadia milionária escravizava domésticas

Uma milionária foi sentenciada a 11 de prisão após ser condenada, por uma corte do Estado americano de Nova York, por escravizar duas empregadas domésticas de origem indonésia em sua mansão na cidade de Long Island, informa nesta sexta a CNN.
Varsha Sabhnani, 46 anos, e seu marido foram considerados culpados em doze crimes federais incluindo trabalho forçado, conspiração e servidão involuntária. Condenados em dezembro, a audiência com a sentença de Varsha aconteceu ontem. Hoje a justiça se pronunciará sobre a pena de seu marido, Mahender Sabhnani, 51 anos.
As duas vítimas testemunharam que foram diversas vezes surradas, feridas com facas e forçadas a tomar banhos gelados como punições por tarefas mal realizadas. Uma das domésticas foi forçada a comer dezenas de pimentas e depois obrigada a comer o próprio vômito quando seu organismo reagiu.
Após pronunciar a sentença, o juiz Arthur Spatt disse que o testemunho das vítimas era "esclarecedor para dizer o mínimo - e para entendermos que esse tipo de coisa acontece em nosso país."

Nenhum comentário: