boobox

quinta-feira, 19 de junho de 2008

O rei dos ratos

O termo "rei dos ratos" designa um fenômeno que ocorre sobretudo com os ratos. A origem do fenômeno é um entrecruzamento das caudas de diversos ratos de um ninho que, segundo a lenda, apareceria quando um grande número de ratos (ou animais com cauda longa) que convivem em recintos de pequenas dimensões podem ficar entrelaçados e atados irremediavelmente entre si, devido ao sangue ou aos excrementos ou à sujeira ressecada que se impregna nos rabos formando um nó impossível de ser desfeito.Os animais assim enlaçados podem viver e crescer juntos. Segundo a lenda, o Rei dos ratos exerce uma verdadeira autoridade sobre os outros ratos, conseguindo, por exemplo, que lhe consigam comida. A maioria dos pesquisadores acham que este fenômeno é legendário ou foi criado pela manipulação consciente por parte de seres humanos, que unem os rabos de ratos mortos e os mumificam.Por outra parte, a causa poderia ser que os filhotes de rato ocupavam espaços pequenos de alguns edifícios, acabando unidos entre si. No entanto, a conduta natural dos ratos, que normalmente buscam sua própria comodidade, contradiz esta teoria. Não há estudos científicos que corroborem uma causa natural do fenômeno, assim que a maioria de pesquisadores acham que se trata de uma lenda.Descobertas:O relatório documental mais temporão da existência do "rei dos ratos" é do ano de 1564. Existem descrições muito escassas do fenômeno no século XX e a explicação é que em parte é devido às melhoras na higiene nas moradias e ao deslocamento dos ratos para outros habitat. Um dos mais recentes descobertas foi realizad em 10 de abril de 1986 na França e em 16 de janeiro de 2005 em Võrumaa na Estônia.As pessoas na antiguidade quando descobriam um "rei dos ratos" geralmente o matavam rapidamente devido em parte ao medo e à superstição que implica seu repentino aparecimento. Têm-se diferentes descobertas mumificados de um rei dos ratos no museu "Mauritianum" Altenburg na Alemanha, no qual pode ser visto um conjunto de 32 ratos entrelaçadas por seus rabos, convertendo-se no exemplo mais conhecido de "rei dos ratos". (ou Rattenkönig em alemão). Foi encontrado no ano 1828 numa chaminé de um moinho.Outros "rei dos ratos" conservadas em álcool podem ser encontrados nos museus de Hamburgo, Hameln e Stuttgart.

fonte :http://www.mdig.com.br/index.php?itemid=2258

Nenhum comentário: